Negativa de Tratamento Domiciliar

Tempo de leitura: 1 minuto

Muitos pais, filhos e parentes sofrem por negativas de planos de saúde de uma desospitalização do paciente, para tratamento domiciliar.

Destacamos, que havendo laudo médico com pedido de tratamento domiciliar (homecare) não deve o plano de saúde negar. Infelizmente na prática não é isso que acontece!

Considerando ainda, que a internação domiciliar é espécie de internação hospitalar de custo inferior não existe razão para que prevaleça por ventura óbice contratual para o tratamento adequado, sendo certa a primazia da ampla cobertura do risco, mormente diante da consideração da natureza do bem jurídico tutelado, qual seja, a vida.

Lidamos diariamente com diversos casos aqui no escritório e sempre afirmamos que cada caso é um caso, ou seja, tudo depende da situação do adulto ou da criança.

Temos casos de equipes formada pelos pais para o tratamento da criança, pois outra realidade infeliz são os planos de saúde que dizem ofertar um serviço de qualidade, mas não é o que observamos.

Técnicos de enfermagem sem experiência, enfermagem sem experiência, fisioterapeutas sem experiência, fonoaudiólogos sem experiência, e ai surge uma pergunta:

“Quem sofre com toda essa falta de experiência?” . A resposta é clara caro seguidor. O PACIENTE!

Por esse razão acabamos realizando pedidos especiais para situações especiais.

Uma decisão de um magistrado, deve ser devidamente pensada e fundamentada, na situação daquele que apela para o judiciário, para ver um direito seu prevalecer.

Não estamos representando nossos clientes pedindo favor e sim somente aquilo que é de direito. Lute pelos seus direitos!

Fonte: www.tosteseaobralpinto.com.br

Gostou? Deixe o seu Comentário...