Quanto Ganha o Advogado Empreendedor?

Resumo: Ao empreender na área jurídica, o profissional dever estimar o quanto ganhará com sua atividade, separando-a da sua vida pessoal, para estimar o seu salário como advogado.

Ao iniciar um negócio, uma das primeiras questões que surgem é a respeito dos ganhos que o advogado empreendedor vai auferir a título de salário mensal.

De início, se deve ter em mente que salário é diferente de lucro.

O salário se caracteriza por um valor recebido, em geral, mensal, em troca de um serviço prestado. Já o lucro é o valor recebido oriundo da atividade empresarial, que é calculado, em síntese, mediante a subtração dos gastos ordinários e eventuais gastos extraordinários da empresa. Ou seja, é o valor que sobra, após realizados todos os pagamentos com recursos humanos, materiais de escritório, impostos, bem como o valor do investimento realizado no empreendimento etc. É o valor livre de quaisquer ônus.

Para se estimar o lucro, que poderá ser auferido futuramente, é necessário o cálculo dos ganhos e gastos presentes e futuros, dentre os quais inclui o salário. O valor do salário a ser recebido pelo advogado vai variar, dependendo de quanto foi arbitrado na planilha financeira da empresa como tal. Por essa variação, não há como apontar quanto será esse valor de forma exata.

Mas, para se ter uma ideia de quanto o advogado empreendedor ganhará como profissional e não como empreendedor, desde já, é fundamental não misturar as contas da pessoa física, com a pessoa jurídica. Isso não é uma tarefa das mais fáceis, mas um erro comum praticado por muitos empreendedores que acabam comprometendo a saúde de suas empresas, chegando à temida falência.

Então, a regra de ouro de todo empreendedor é: não misture seus gastos pessoais com os gastos do seu empreendimento. Fazendo essa separação, o advogado saberá qual o valor do seu salário.

De forma muito genérica, o cálculo é simples: o valor da sua remuneração mensal é aquele que sustenta e paga seus gastos pessoais e, por sua vez, estes só deverão ser pagos com o seu salário.

Claro que há outros aspectos a serem levados em consideração nessa operação financeira, mas é importante que o advogado empreendedor estabeleça um valor a ser recebido como salário.

Assim, poderá determinar melhor quais os ganhos, os gastos, se deve investir, se deve recuar, ou seja, terá o controle das suas finanças e tranquilidade em operá-las tomando o melhor caminho para o seu empreendimento.

Gostou? Deixe o seu Comentário...

Tags: | |

BORA PARA O TOPO?

Junte-se a mais de 100.000 Alunos e Concurseiros. Insira o seu endereço de email abaixo para receber as últimas postagens do nosso blog!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Cristiano Sobral
Cristiano Sobral

Diretor da Imobiliária Locare Consultoria. Professor de Direito Civil e Consumidor do CERS, da FGV e da Pós da Cândido Mendes. Autor de Diversas Obras Jurídicas. Doutor em Direito.

× WhatsApp...